Documentários e séries sobre HIV para assistir na Netflix

474

Quando se tem um tempinho livre ou está em férias, uma das coisas mais legais para se fazer é relaxar em frente a uma telinha. Mais ainda quando a trama, além de apresentar bons atores, traz também conteúdo de qualidade e informação. Ou ainda, quando a ideia é acompanhar fatos da vida real.

No catálogo da Netlix,há uma infinidade de produtos que podem agregar muito ao nosso tempo ‘ocioso’. Aqui, listamos quatro, entre documentários e séries, que abordam a temática HIV/Aids e que estão dando o que falar. Confira:

Carta para além dos muros

O documentário conta com a participação de pessoas bem conhecidas como o médico Drauzio Varella e os ex-ministros da Saúde José Serra e José Gomes Temporão

Este documentário brasileiro, dirigido por André Canto, faz uma cronologia da epidemia de HIV no país. A iniciativa recebe apoio do UNAIDS e é parte integrante do projeto #PrecisamosFalarSobreIsso, que também conta com uma série documental para a TV e um livro-reportagem. A narrativa é inspirada nos escritos do autor Caio Fernando de Abreu – que em 1994 revelou sua sorologia positiva para o vírus – e é costurada pelo relato de especialistas e ativistas da causa. O filme explora a questão social e mostra como as pessoas que vivem com o HIV costumam estar à margem da sociedade, por conta do estigma e da discriminação.

Fogo nas veias

População africana é uma das que mais sofrem com mortes por HIV

O documentário dirigido pelo canadense Dylan Mohan Gray relata a história de como empresas farmacêuticas bloquearam o acesso a medicamentos em diversos países, impondo elevados custos, a partir de 1996. Na época, o surgimento dos medicamentos antirretrovirais permitiu que a perspectiva das pessoas que viviam com HIV mudasse de forma radical. Mas esses medicamentos continuaram fora do alcance para a grande maioria da população infectada, causando a morte de cerca de 10 milhões de pessoas. 

Pose

A segunda temporada da série deve chegar no Brasil ainda no primeiro semestre deste ano

Esta série já foi indicada ao Globo de Ouro e ao Emmy e possui o maior elenco trans da história da televisão. Dirigida por Ryan Murphy, Brad Falchuk e Steven Canals, a trama acompanha a história de Blanca, mulher transgênero que acolhe jovens LGBTs que foram expulsos de suas casas. São contadas experiências de vida de diversos personagens que vivem na cidade de Nova York nos anos de 1980, entre elas, histórias comoventes sobre o diagnóstico e tratamento do HIV. 

Crônicas de San Francisco

Personagens da série dirigida por Lauren Morelli

A minissérie possui dez episódios e foi lançada em 2019 na Netflix, mas foi criada originalmente em 1978, pelo escritor Armistead Maupin. No início, era publicada em forma de capítulos no jornal “San Francisco Chronicle”. Logo, a escrita de nove livros formaram a saga “Tales of the City”. A obra é vista como revolucionária por contar com os principais relatos literários da geração que passou pela epidemia da HIV/AIDS, além de ter sido pioneira em trazer uma protagonista transgênero. Os livros foram escritos entre 1978 e 2014, eles se focam na vida de um grupo de moradores da pensão localizada em Barbary Lane, na cidade norte-americana de San Francisco, considerada uma espécie de “porto seguro” para a população LGBTQ+ do país.